Publicado por Redação

Atingindo até 15 m de altura, a planta de nome Robinia pseudoacacia pode ter suas folhas e flores utilizadas em preparos para cuidar da saúde. Trata-se de uma árvore de crescimento rápido e que tem seu surgimento constado no centro e no leste da América do Norte.

Atualmente, conhecida em diversos lugares do mundo a planta adaptou-se à linguagem de suas regiões e pelo Brasil recebeu outros nomes, como: falsa-acácia, acácia-boule, acácia-da-terra, acácia-bastarda, acácia-para-sol, acácia-de-flores-brancas etc.

Mesmo sem ser tão reconhecida, a planta exerce muita influência nos processos digestivos do corpo. Todavia, seu consumo deve ser regularizado e, de preferência, feito com acompanhamento médico, haja vista que suas folhas mesmo sendo benéficas também são tóxicas se administradas de forma errada ou excessiva. Além disso, cabe uma alerta aos interessados por esse produto natural, as raízes desta árvore não devem ser consumidas de nenhuma forma, pois apresentam como algo venenoso.

Robinia

Foto: depositphotos

Características da planta

Como já mencionado é uma árvore de porte grande, variando entre 10 e 15 metros de altura. Suas folhas são da cor verde escura e possuem forma oval. Já as folhas da robina, são um espetáculo a parte. Brancas e delicadas, formam-se em cachos pendentes. Há também a presença de frutos nessa planta, que podem ser vistos em forma de vagem de cor marrom.

Cria-se em solos drenados e profundos, costumando florescer no período da primavera, mas especificamente entre os meses de março e abril. Outra característica que deve ser destacada nessa planta é a presença de espinhos em seus ramos, por isso é necessário cuidado e também atenção quando for manuseá-la.

Propriedades medicinais da robinia

  • Adstringente;
  • Colagogo;
  • Diurética;
  • Emético;
  • Emoliente;
  • Laxante;
  • Sedativa;
  • Tônica.

Benefícios do consumo desta planta

Os efeitos benéficos proporcionados pelo uso da robinia dependem da parte utilizada. Por exemplo, se o paciente quer tratar problemas como espasmos e a dispepsia, quando há desconforto após as refeições, a melhor opção são as flores. Agora se as doenças têm mais um cunho digestivo, uma infusão com suas folhas é a saída ideal.

Possíveis efeitos colaterais

Para evitar efeitos colaterais como reações alérgicas, dores abdominais, vertigem, garganta seca, dilatação de pupilas, arritmia cardíaca e contração muscular, é necessário buscar auxílio médico antes de fazer o uso desordenado deste produto natural. Cuidar da saúde é algo sério e, neste caso, se não for feito da forma correta, o paciente pode até morrer devido à má administração da planta.

Veja mais!