Publicado por Katharyne Bezerra

A família das Solanaceae é marcada pela participação da Physalis angulata, ou como é popularmente chamada camapu. Esta é uma planta amazônica, encontrada facilmente no Pará e em Belém. Apesar de conhecida como camapu, ela recebe outros nomes no restante do país, como bucho-de-rã, mata-fome, joá-de-capote, canapum, juá-de-capote, camapum, bate-testa ou juá-roca.

Assim como outras plantas, a camapu também possui propriedades medicinais capazes de proporcionar benefícios à saúde humana. Inclusive, recentemente pesquisadores descobriram uma nova possibilidade de uso desta planta relacionada ao combate de doenças degenerativas, como o mal de Alzheimer.

Propriedades medicinais

Camapu

Foto: depositphotos

  • Desobstruente;
  • Diurético;
  • Hepatoprotetor;
  • Imunoestimulante;
  • Laxante;
  • Sudorífico;
  • Tônico.

Efeitos benéficos

Diante destas propriedades, camapu é indicada para tratar dores reumáticas, malária, dor de ouvido e ainda é útil no tratamento de inflamações que afetam o fígado e a bexiga. Além destas funções, a planta também pode ser usada para recuperar pacientes que possuam icterícia, uma doença que provoca manchas amarelas na pele devido a presença anormal de pigmentos biliares.

Cuidados gerais

Apesar de ser uma planta benéfica para a saúde das pessoas, é necessário que ela seja recomendada por um especialista. Por esta razão, sempre que surgir algum sintoma incomum no seu organismo, procure um médico e o questione sobre a utilização desta planta durante o tratamento.

Veja mais!