Publicado por Redação

A batata mexicana é uma planta da família das Dioscoreaceae. Ela possui impressionantes propriedades antidepressivas e anabolizantes, sendo usada também para combater o envelhecimento precoce. Essa e muitas outras propriedades só são possíveis graças a ação das saponinas e diosgeninas presentes na planta.

Mas, é importante que se fique claro que o uso da planta, mesmo que as indicações sejam condizentes com o seu estado de saúde, deve ser prescrita e supervisionada por um médico. Só ele pode garantir o uso e eficácia da planta, sobretudo com base nos seus sintomas e exames previamente realizados.

Propriedades medicinais

A planta é bastante conhecida pela sua ação afrodisíaca, analgésica, antidepressiva, antiemética, contraceptiva, depurativa, emenagoga, expectorante e sedativa. Sendo assim ela pode ser usada no combate a alterações emocionais, principalmente quando o paciente apresenta tendência a melancolia e depressão.

Batata mexicana

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Outras indicações para o uso da batata mexicana vêm do combate a apatia sexual, dor articular, dor menstrual, envelhecimento precoce, menopausa, náuseas matinais, melhorar os sintomas da osteoporose, perda de massa muscular, problemas gastrintestinais, próstata e tendência a engordar.

Forma de utilização

Geralmente a forma mais comum de utilização da planta é a partir da inserção de pequenas quantidades na alimentação diária. Porém, como foi dito anteriormente, é preciso que o médico esteja por dentro de tudo, acompanhando e supervisionando todos os estágios do tratamento.

Cuidados

O uso da planta não é recomendado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Outro cuidado que também deve ser tomado é quanto a ingestão entre as pessoas que sofrem com problemas gastrointestinais. Vale chamar atenção também, para a forma com que os compostos fitoestrógenos se comportam no organismo humano. Eles se transformam em cortisona, estrógenos e compostos similares a progesterona feminina.

Veja mais!