Cana-de-macaco

Originária do Brasil, a cana-de-macaco é uma planta medicinal da família das Zingiberaceae, que aparece mais frequentemente nas regiões brejeiras do país. É conhecida ainda como canarana, cana do mato, cana do brejo, jacuacanga, cana roxa, periná, ubacaiá, paco caatinga, flor da paixão ou cana roxa do brejo. É uma planta herbácea que ereta pode chegar a até 2m de altura. Suas folhas espirais em tom verde claro e flores de cores diversas em forma de espiga terminal a tornam facilmente reconhecível. O conhecimento sobre suas propriedades medicinais foi transmitido de geração para geração, já que os caboclos a utilizavam para diversos males há muitas décadas atrás.

Cana-de-macaco

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades da cana-de-macaco

A cana-de-macaco possui os princípios ativos: ácidos orgânicos, ácido oxálico, magnésio, matérias aromáticas, mucilagens, óleo essencial, pectina, resinas, saponinas, sapogeninas, albuminóides, taninos e sisterol. Suas propriedades medicinais são antileucorréica, adstringente, antimicrobiana, antissifilítica, anti-inflamatória, depurativa, diurética, diaforética, emoliente, emenagoga, sudorífera, febrífuga e tônica.

Indicações

O consumo da cana-de-macaco é indicado para problemas na bexiga, amenorréia, blenorragia, cancro, cálculos renais, distúrbios menstruais, cistites, infecções de urina, corrimentos gonocócicos, contrações, doenças venéreas, inflamações, dores nas costas, dor e dificuldade em urina, dores reumáticas, hérnia, gonorréia, inflamações da uretra, inchaços, hidropisia, nefrite, uretrite, problemas nos rins, úlceras e mucosidade da bexiga. Antigamente era muito utilizada para aliviar edemas, dores e contusões. Ainda é capaz de evitar problemas decorrentes do diabetes, serve como calmante – sendo assim muito procurada para auxiliar no tratamento de pessoas ansiosas, insones, portadores da síndrome do pânico e hiperatividade. Acredita-se também que o consumo da planta possa, até mesmo, inibir a evolução de células cancerígenas, evitando que possíveis tumores se desenvolvam. Outro benefício importante vindo da cana-de-macaco é que, se consumida com regularidade, ela aumenta o metabolismo e permite ao corpo emagrecer com saúde.

Receita e como consumir

Para ser beneficiado pelo chá da cana-de-macaco, a receita é muito simples: leva ao fogo um litro de água com 20 gramas da planta (entre folhas e hastes) e deixe ferver. Desligue o fogo, abafe e espere amornar. Quando a temperatura estiver adequada para ser ingerida, adoce conforme o gosto e beba até 3 vezes ao dia, durante uma semana. Não prolongue seu uso, pois após ser consumido por grandes períodos ele pode causar o surgimento de urólitos.

Cuidado: Exceto em caso de orientação médica, o consumo do chá de cana de macaco é contra indicado para gestantes e lactantes.